Mutirão de Cirurgias de Pálpebras atende pacientes gratuitamente em SC

Mutirão de Cirurgias de Pálpebras atende pacientes gratuitamente em SC

Por: - Cirurgião Plástico e Presidente da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - CRM/SC 8130 RQE 2674
Publicado em 25/04/2018 - Atualizado 09/02/2019

A Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica – Regional Santa Catarina (SBCP-SC), realiza um novo mutirão de Cirurgias de Pálpebras. As cirurgias no Estado acontecem até o dia 4 de maio, em Florianópolis, Chapecó, Balneário Camboriú, Criciúma, Gaspar e Blumenau.

O coordenador de ações sociais da SBCP-SC, o médico cirurgião plástico Raidel Deucher (CRM/SC 12514), explica que os pacientes que terão o excesso de pele das pálpebras removido são aqueles que precisam fazer a cirurgia reparadora, porém, não conseguiram realizá-la e ainda aguardam nas filas de espera dos hospitais públicos pela oportunidade de se submeter ao procedimento.

“A remoção da pele excedente que se acumula acima dos olhos está relacionada a mais do que uma questão estética, é uma questão de qualidade de vida”, lembra o presidente da SBCP-SC, Evandro Parente. De acordo com ele, a retirada da pele acumulada nas pálpebras desses pacientes irá melhorar sua visão, que fica comprometida pela condição. “Muitas dessas pessoas precisam realizar a blefaroplastia por indicação médica, para ter a acuidade visual restaurada”, reforça.

É nesses casos em que o Mutirão irá atuar, os de pacientes que precisam fazer uma cirurgia de pálpebras, mas ainda não tiveram a reparação agendada na rede pública de saúde.

Como irá funcionar o Mutirão de Cirurgias de Pálpebras

Aproximadamente 50 pacientes deverão ser operados no Mutirão, em Santa Catarina. Todos são pacientes que constam na lista de espera para a cirurgia dos hospitais de referência no Estado.

As cirurgias serão feitas por cerca de 20 cirurgiões plásticos membros da SBCP-SC e realizadas em hospitais da rede privada e da rede pública, sem custo para os pacientes.

Todas as equipes médicas atuarão de forma voluntária e as despesas hospitalares serão cobertas por doações das próprias clínicas de cirurgia plástica, no caso dos hospitais particulares, ou pelo Sistema Único de Saúde (SUS), no caso dos hospitais públicos.

Jornada Sul Brasileira de Cirurgia Plástica

O Mutirão acontece junto com a Jornada Sul Brasileira de Cirurgia Plástica, que acontece nos dias 3, 4 e 5 de maio, no IL Campanario Villaggio Resort, em Jurerê Internacional (Florianópolis/SC). No evento, são esperados cirurgiões plásticos que atuam em Santa Catarina, no Paraná e no Rio Grande do Sul e, também, médicos de outros lugares do país, interessados em discutir as técnicas da cirurgia plástica realizada na face e no nariz, além dos casos clínicos que serão operados.

O terceiro dia da Jornada será dedicado à realização de três cirurgias, que terão transmissão ao vivo do Centro Cirúrgico do Hospital da Plástica para a sala do evento, no IL Campanário. Serão feitas cirurgias de pálpebra, para correção de orelha em abano e de bichectomia. Um curso sobre procedimentos não invasivos na face também será transmitido online durante o evento.

Sobre a cirurgia de pálpebras

Também conhecida como blefaroplastia, a cirurgia de pálpebras pode ser feita para melhorar a aparência das pálpebras superiores, das pálpebras inferiores, ou de ambas ou para reparar um problema de saúde, no caso das pessoas em que o excesso de pele acima dos olhos influencia negativamente na visão.

O procedimento é feito com o paciente anestesiado. A partir de pequenos cortes, realizados na prega da pálpebra superior, é que remove-se o excesso de pele. Nos casos em que a pálpebra inferior precisa de correção, outra incisão é feita logo abaixo da linha inferior do cílio. Através desta incisão, o excesso de pele nas pálpebras inferiores é retirado.

Para fechar os pequenos cortes, podem ser usadas suturas removíveis ou absorvíveis, ou adesivos de pele. Conforme o inchaço e os hematomas diminuem, é possível notar os resultados.

A SBCP-SC

Através da Resolução 019/83, de 18 de outubro de 1983, assinada pelo então Presidente da Nacional, Cláudio Rebello, a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica – Regional SC foi fundada. Desde então, a SBCP-SC teve um crescimento impressionante, passamos de 10 para 183 cirurgiões plásticos, sendo 47 titulares.

Conteúdo revisado por:
Cirurgião Plástico e Presidente da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - CRM/SC 8130 RQE 2674

Formado em medicina pela UFSC e mestre em Cirurgia Plástica pela USP, o Dr. Evandro Parente é membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e presidente da SBCP-SC

Inscreva-se em nossa newsletter

Receba mais informações sobre cuidados para a saúde em seu e-mail.