Existem restrições para fazer cirurgia plástica?

Existem restrições para fazer cirurgia plástica?

Por: - Cirurgião Plástico - Departamento de Marketing da SBCP/SC - CRM 13519 | RQE 9876
Publicado em 17/10/2016 - Atualizado 09/02/2019

Há poucas restrições para fazer cirurgia plástica. Em geral, o que está descrito em quase todos os procedimentos do site da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) é que eles são mais indicados para:

  • indivíduos saudáveis que não tenham doença com risco de morte ou condições médicas que possam prejudicar a cicatrização;
  • não fumantes;
  • indivíduos com visão positiva e metas específicas dos resultados.

Algumas doenças pré-existentes dificultam a recuperação do organismo após um grande trauma cirúrgico ou podem desencadear complicações durante a realização do procedimento. Por isso, pessoas que as detêm não são boas candidatas para a cirurgia plástica.

O cigarro prejudica a cicatrização da pele, por isso, o ideal é que a paciente não fume. No entanto, esse não é um grande impeditivo para a realização de uma cirurgia plástica. Só é importante que se deixe de fumar durante o período recomendado pelo cirurgião plástico antes e depois da cirurgia para facilitar a recuperação.

O que pode inviabilizar uma cirurgia plástica é a percepção equivocada da paciente em relação aos resultados do procedimento. Quando o médico percebe que a expectativa não condiz com a realidade ou que a motivação não está de acordo com o real propósito da cirurgia, pode contraindicar a sua realização. O maior alerta é para o fato de que as cirurgias plásticas devem ser feitas para satisfação pessoal, nunca para agradar ou atender ao desejo de outro, ou para se adaptar a qualquer tipo de imagem ideal.

A idade é uma das restrições para fazer cirurgia plástica?

A opinião alheia, às vezes, é o que desperta o interesse em cirurgia plástica em muitas pacientes. E começa cedo. Antes dos 16 anos, há meninas querendo fazer mamoplastia de aumento ou redutora, por exemplo, quando o correto é aguardar até os 18 anos para considerar colocar implantes de silicone ou diminuir o volume mamário. No fim da adolescência, a maturidade emocional e física é maior e permite uma visão mais consciente do todo.

Porém, nem todas as cirurgias plásticas apresentam restrição etária para serem realizadas. Um exemplo é a cirurgia para correção das orelhas em abano, que pode ser feita a partir dos quatro anos de idade, ou a rinoplastia, aos 16 anos, conforme a avaliação do cirurgião plástico. O importante é que o momento de cada cirurgia seja respeitado.

Os procedimentos só devem acontecer sob a supervisão de um cirurgião plástico que seja membro titular da SBCP. Este especialista é o mais apto a avaliar as condições da paciente e suas possíveis restrições para fazer cirurgia plástica.

Conteúdo revisado por:
Cirurgião Plástico - Departamento de Marketing da SBCP/SC - CRM 13519 | RQE 9876

Formado em Medicina pela UnB e especialista em cirurgia plástica pela PUC-PR, o Dr. Guilherme Pintarelli é membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e integrante do Departamento de Marketing e Mídias Digitais da SBCP-SC.   Ver Lattes

Inscreva-se em nossa newsletter

Receba mais informações sobre cuidados para a saúde em seu e-mail.