A importância do cirurgião plástico nos procedimentos

A importância do cirurgião plástico nos procedimentos

Por: - Cirurgião Plástico e Presidente da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - CRM/SC 8130 RQE 2674
Publicado em 25/06/2016 - Atualizado 09/02/2019

A legislação brasileira permite que qualquer médico realize qualquer procedimento, desde que tenha conhecimento técnico. Essa é uma lei que a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) está tentando mudar. Mas enquanto as modificações não ocorrem, muitos médicos de outras especialidades realizam procedimentos para os quais não estão preparados. Isso aumenta o índice de problemas.

Profissionais inaptos que realizam cirurgias plásticas são um risco para a segurança das(os) pacientes. Um estudo feito pelo Conselho Regional de Medicina de São Paulo (Cremesp) revelou que 97% dos erros em cirurgias plásticas são cometidos por profissionais que não detém especialização específica. Nesses casos, a falta de experiência do médico tornou o que era um incômodo estético em um transtorno ainda maior.

A medicina se especializou muito e é difícil para um médico dominar todas as áreas. A cirurgia plástica, quando feita por um médico qualificado, tem os riscos reduzidos ao máximo. Por isso é importante que um cirurgião plástico realize os procedimentos.

Habilidade do cirurgião plástico é o que determina o sucesso de um procedimento

Um médico especialista em cirurgia plástica é aquele que graduou-se em medicina, concluiu dois anos de residência em cirurgia geral e três anos de residência em cirurgia plástica, totalizando 14 mil horas de treinamento, e fez as provas para ter o título de membro da SBCP.

Ter a assistência de um cirurgião plástico que é membro da Sociedade é uma segurança para o paciente de que o profissional está habilitado. O ideal é que os procedimentos sejam realizados por esse profissionais.

Para saber se o médico está apto para realizar a cirurgia plástica, é direito da(o) paciente questioná-lo se ele é membro da SBCP e/ou acessar o website da Sociedade para procurar na lista de cirurgiões se ele consta entre os membros. A busca pelo registro do médico pode ser feita também na página do Conselho Federal de Medicina (CFM) na internet.

A Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica só tem poder de fiscalização de seus membros. Médicos que exercem a medicina na clandestinidade podem ser denunciados somente para o CFM e para a Justiça.

É certo que a satisfação com a cirurgia plástica não depende exclusivamente da experiência do cirurgião plástico, no entanto, o conhecimento dele não só é determinante para a obtenção de melhores resultados, como também, e principalmente, para assegurar o cuidado com a saúde da(o) paciente, além de prevenir riscos e transtornos desnecessários. É tão importante quanto escolher um cirurgião cardíaco ou um neurocirurgião.

Conteúdo revisado por:
Cirurgião Plástico e Presidente da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - CRM/SC 8130 RQE 2674

Formado em medicina pela UFSC e mestre em Cirurgia Plástica pela USP, o Dr. Evandro Parente é membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e presidente da SBCP-SC

Inscreva-se em nossa newsletter

Receba mais informações sobre cuidados para a saúde em seu e-mail.