Lifting Frontal ou Lifting de Testa

Lifting Frontal ou Lifting de Testa

Também conhecido como elevação da testa, o lifting frontal reposiciona sobrancelhas baixas ou flácidas.

É indicado para mim?

Se você está incomodado com as linhas de expressão ou outros sinais de envelhecimento na região da testa, o lifting frontal pode ser bom para você.

Preparando-se para a cirurgia de lifting frontal

Previamente à cirurgia, pode ser necessário:

  • fazer exames laboratoriais ou avaliação médica,
  • tomar certos medicamentos ou ajustar seus medicamentos atuais,
  • parar de fumar bem antes da cirurgia,
  • evitar tomar aspirina, anti-inflamatórios e medicamentos naturais, pois podem aumentar o sangramento.

Etapas do procedimento

O que acontece durante a cirurgia de lifting frontal?

Etapa 1 – Anestesia

Medicamentos são administrados para o seu conforto durante o procedimento cirúrgico. As opções incluem sedação intravenosa e anestesia geral. Seu médico irá recomendar a melhor opção para você.

Etapa 2 – Incisão

O lifting frontal, às vezes, pode ser realizado através de um endoscópio (aparelho de vídeo cirúrgico) e instrumentos especiais colocados por intermédio de pequenas incisões feitas no couro cabeludo. Tal fato permite que o tecido muscular, localizado abaixo da pele, seja reposicionado ou removido, corrigindo as rugas e sulcos visíveis na testa. O procedimento pode ser realizado sem a utilização de um endoscópio, através de incisões na região temporal, no couro cabeludo, ou escondidas dentro da dobra natural das pálpebras superiores. Uma técnica alternativa de lifting frontal é a incisão coronal. Esta técnica envolve uma incisão de orelha a orelha, com a região frontal reposicionada após a remoção do excesso de pele e do couro cabeludo. O tempo de recuperação é, muitas vezes, maior que o da técnica endoscópica, devido ao tamanho da incisão. As linhas de incisão são bem escondidas nos contornos

Naturais do cabelo ou do rosto, a menos que sejam colocadas na linha de implantação do cabelo para encurtar a testa. Os resultados aparecem gradualmente, com o desaparecimento do inchaço e de hematomas, revelando uma testa mais lisa, com pele mais jovem e aparência descansada.

Etapa 3 – Fechando as incisões

As incisões, normalmente, são fechadas com:

  • suturas removíveis ou absorvíveis,
  • adesivos de pele,
  • fita cirúrgica,
  • clipes especiais.

Passo 4 – Resultados

A elevação da testa pode ser mantida através da utilização de:

  • suturas permanentes,
  • pequenos parafusos cirúrgicos,
  • dispositivo absorvível de fixação colocado na região temporal.

Recuperação pós-operatória

Quando o procedimento for finalizado, você terá um curativo na cabeça para minimizar o inchaço e os hematomas. Um dreno pode ser colocado para drenar qualquer excesso de sangue e de fluido que possam acumular por debaixo da pele.

Fonte: Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica