Expansão de Tecido

Expansão de Tecido

A expansão de tecido permite ao corpo “gerar” pele extra para o uso na reconstrução em quase todas as partes do corpo.

Quem são os melhores candidatos à expansão de tecido?

Praticamente qualquer pessoa que precise de pele adicional pode se beneficiar da expansão de tecido, desde crianças a homens e mulheres idosos.

O procedimento é muito utilizado na reconstrução da mama, quando não há pele suficiente para acomodar um implante permanente para restaurar a aparência natural da mulher. Também é uma opção para a reparação ou a substituição de áreas do couro cabeludo, em que o crescimento do cabelo faz com que seja difícil substituir tecido perdido com a pele de outras partes do corpo. A expansão de tecido geralmente produz excelentes resultados quando reconstrói algumas áreas do rosto e do pescoço, nas mãos, braços e pernas. A expansão pode ser mais difícil nas costas, tronco, ou em demais áreas onde a pele é espessa. Se a área afetada estiver severamente danificada ou com cicatrizes, a expansão provavelmente não é uma opção, pois, o primeiro requisito é que a pele esteja saudável.

Preparando-se para a expansão de tecido

Seu cirurgião irá lhe dar instruções específicas sobre como se preparar para a cirurgia, incluindo orientações sobre comer e beber, fumar e tomar ou evitar certos medicamentos. Se você fuma, seu cirurgião, provavelmente, vai pedir que pare de fumar por, pelo menos, duas semanas antes e após a cirurgia, pois o cigarro diminui a circulação de sangue na pele e impede a cicatrização.

Não deixe de pedir a alguém que o acompanhe à cirurgia e que lhe ajude em casa se necessário.

A cirurgia

Na maioria dos casos, a cirurgia inicial leva 1-2 horas, dependendo do tamanho e da área de pele a ser expandida. O seu cirurgião irá começar fazendo uma pequena incisão ao lado da área da pele a ser reparada, e fará todo o possível para fazer a incisão a mais discreta possível. O cirurgião irá, então, inserir o balão expansor de silicone em um espaço criado sob a pele. O expansor contém um pequeno tubo e uma válvula de auto-vedação que permite que o cirurgião possa, gradualmente, encher o expansor com solução salina. A válvula é geralmente deixada logo abaixo da superfície da pele.

Recuperação e acompanhamento pós-cirúrgico

Como você se sentirá após a cirurgia dependerá da extensão e da complexidade do procedimento. A cirurgia inicial para inserir o expansor causa, na maioria dos pacientes, um desconforto temporário que pode ser controlado com medicação prescrita pelo médico. Pode haver, também, certo desconforto nas vezes em que a solução salina é injetada no expansor, no entato, dura apenas 1-2 horas. O procedimento para remover o expansor e colocar o novo tecido no local pode causar desconforto temporário, mas, também, é controlado com medicação.

Fonte: Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica