Escolha certo: faça a cirurgia plástica com um cirurgião plástico

Escolha certo: faça a cirurgia plástica com um cirurgião plástico

15/07/2016

Havia um cirurgião plástico para cada 44 mil habitantes no Brasil, de acordo com o levantamento da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) feito em 2012. Em Santa Catarina, existiam 89 médicos especialistas na área para atender as mais de 5,3 milhões de pessoas que residiam no Estado há quatro anos. Ou seja, a relação era de um cirurgião para cada 60 mil habitantes na época. Em 2016 essas estatísticas provavelmente já mudaram, mas ainda são válidas para ilustrar porque o Brasil é o segundo país no mundo onde é realizado o maior número de cirurgias plásticas.

Em todo o país, foram realizados mais de dois milhões de procedimentos cirúrgicos, conforme o relatório da Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética (ISAPS) divulgado em 2015. As cirurgias plásticas feitas em maior número são a lipoaspiração e a mamoplastia de aumento. As chances de os resultados serem os esperados nestes e nos demais procedimentos cirúrgicos ou minimamente invasivos são maiores quando o cirurgião plástico que os realiza é especializado na área.

O que torna um cirurgião plástico especialista

São considerados médicos especialistas em cirurgia plástica os profissionais graduados em medicina com residência médica em Cirurgia Geral e Cirurgia Plástica aprovados nas provas oral e escrita aplicadas pela Associação Médica Brasileira (AMB) em conjunto com a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

Os profissionais que detém o título de especialistas da SBCP estão aptos a fazer todo tipo de cirurgia plástica com segurança, pois trabalham regidos por um rigoroso código de ética e realizam as cirurgias somente em instalações credenciadas pela Vigilância Sanitária, com equipamentos e equipe treinada para qualquer intercorrência.

Escolha do cirurgião influencia no resultado da cirurgia

Escolher um cirurgião plástico certificado pela SBCP é uma segurança para o paciente. Diminui o risco de ocorrer algum erro devido a falta de experiência do cirurgião. Noventa e sete por cento dos erros em cirurgias plásticas são cometidos por profissionais que não passaram pela especialização específica, revela um levantamento feito pelo Conselho Regional de Medicina de São Paulo (Cremesp) entre 2001 e 2008.

Certificar-se de que o médico é capacitado para realizar o procedimento e o local em que faz a cirurgia plástica garante as condições sanitárias é importante para preservar a saúde física e mental. As Sociedades regionais de cirurgia plástica, como a seccional de Santa Catarina, ajudam nessa busca. Todas as informações relevantes e necessárias podem ser encontradas facilmente na página da SBCP-SC na internet, obtidas pela nosso formulário de contato ou pelos telefones (48) 3721-8058 e (48) 9154-6537 (Susana). Obter uma boa referência é o primeiro passo para a realização da cirurgia plástica, mas é na consulta que se percebe o conhecimento e se constrói a empatia com o profissional. Somente pessoalmente é possível sanar as dúvidas pontuais e se sentir seguro e pronto para a cirurgia.