Como tratar rugas de forma mais rápida?

Como tratar rugas de forma mais rápida?

03/12/2016

A medicina conta com várias alternativas para minimizar ou suavizar problemas na aparência resultantes do envelhecimento da pele, como tratar rugas, por exemplo. Os procedimentos minimamente invasivos têm sido bastante procurados por sua rapidez (na realização, na aparição dos resultados e na recuperação).

Os procedimentos minimamente invasivos se definem pela ausência de cortes ou grandes cortes. Na cirurgia plástica, são procedimentos que dispensam a necessidade de cirurgia e o período de internação, e têm poucas chances de resultar em complicações.

Algumas das vantagens são causar menor sensação de dor e quase não afastar o paciente de sua rotina. Quando exigem um tempo de recuperação mais longo, esse período não excede os 15 dias e o repouso pode ser feito em casa.

No entanto, muitos dos procedimentos minimamente invasivos têm efeitos com duração de curto e médio prazo. Nenhum deles é definitivo. Após um período, é preciso repeti-los para manter o resultado do tratamento.

Como tratar rugas com os procedimentos minimamente invasivos

A cirurgia plástica realiza seis tipos de procedimentos minimamente invasivos que atuam no rejuvenescimento facial. São eles:

Dermoabrasão

A dermoabrasão ajuda a refinar as camadas superficiais da pele através de um método controlado de raspagem cirúrgica. É frequentemente utilizada para melhorar a aparência da pele com cicatrizes de acidentes ou cirurgias prévias, para remoção de tumores pré-cancerígenos, chamados de queratoses, e cicatrizes profundas causadas pela acne.

Laser

Esse tipo de tecnologia possibilita ao cirurgião plástico maior controle e precisão, especialmente em áreas sensíveis, e estimula a produção de colágeno. O laser pode melhorar cicatrizes de acne ou catapora; a pele envelhecida, danificada pelo sol, amarelada ou acinzentada; verrugas e marcas de nascença, além de outros aspectos, como tratar rugas e linhas finas ao redor ou sob os olhos, a boca e na testa.

Peeling químico

O peeling químico utiliza uma solução química para suavizar a textura da pele. Embora seja realizado principalmente na face, também pode ser feito na pele do pescoço e das mãos. O peeling químico pode melhorar a acne e/ou suas cicatrizes, manchas causadas pela idade, rugas, sardas, pigmentação irregular, pele áspera e descamativa, cicatrizes e danos causados pelo sol.

Plasma rico em plaquetas

O plasma rico em plaquetas (PRP), ou plasma rico em fatores de crescimento, é uma técnica que consiste em aplicar proteínas de crescimento celular da própria paciente em diferentes áreas do corpo para favorecer o rejuvenescimento. As proteínas estimulam fortemente a regeneração e a reprodução celular.

Preenchimento cutâneo

Preenchimentos dérmicos injetáveis são usados para aumentar lábios finos, melhorar contornos, suavizar ou eliminar rugas faciais e melhorar a aparência de cicatrizes. São também chamados de facelifts líquidos, por oferecerem muitos dos benefícios de um lifting cirúrgico sem os cortes e períodos mais longos de recuperação.

Toxina botulínica

A forma cosmética da toxina botulínica consiste em uma injeção que, temporariamente, reduz ou elimina linhas de expressão, rugas na testa, pés de galinha ao redor dos olhos e bandas grossas no pescoço. É uma das substâncias mais importantes no campo do rejuvenescimento facial e é, atualmente, a forma mais popular de como tratar rugas faciais e uma das soluções mais rápidas e seguras para coibir os sinais do envelhecimento.

É possível encontrar mais informações sobre como tratar rugas e compreender melhor os procedimentos, suas restrições e riscos no e-book produzido pela SBCP-SC.